26 de abril de 2008

26 de Abril de 2008

Foto: trecho da CDD por onde passa a Linha Amarela.



Cumpadi o que importa mermo é nois ta na mídia, ta ligado? Tipo, que nois num faz nada sozinho nao, tem ajuda aí dos 'homi' e a comunidade sempre compra nosso barulho!
Sempre foi assim, sempre vai ser...
Se liga no papo...
Quando nois chegamo aqui, era gente de tudo quanto era lado, Vila Kenedy, Favela do Pinto... mermão naquela época nois já era Jornal Nacional cumpadi! Aquele maluco lá, o Sergio Chapelen mostrava o povo chegando com troxa de ‘rôpa’ na cabeça... aí mó mico.
Pow tipo que já nesse tempo aí rolava uns pega dos cana em cima dos ‘bicho solto’ e a ‘Grobo’ já vinha aqui de vez em quando. Mas foi na época do Galinha e do Zé que foi onde nois alcançamo a fama mermo. Cumpadi, era dia e noite, noite e dia nêgo aqui, carro de reportagem, tinha que ver...
Até que chegou o dia que os cara caíram aí né, aí pow a gente tava achando até que o negoço ia ficar tranqüilo, mas ae, ‘quinada’. Por que assim, antes do Galinha e Zé Pequeno, num tinha bagulho de guerra não, tipo era so os cana mermo e só, depois quando eles começaram essa briga ae que nois ficamo separado tipo igual  Faixa de Gaza lá de Vigário Geral/Maré. Tá ligado que aí que começou essa parada de facção. Depois que eles morreram a favela ficou divida em 2 comando né ae o bicho voltou a pegar. Ae, vou te falar que nesse tempo ae, até que num morreu muita gente não, tipo que morrer morreu, mas nada que chamasse atenção ta ligado? Pow mas como nois num pode ficar fora da mídia... Tu lembra daquela mulé que morreu no orelhão la nas “Lojinhas” ? De bala perdida? Ae, maluco, lembro até hoje ae, ae deu mó pena da família dela, ae, mó sacanagem. Mas mermão, o bagulho é doido, na hora que o coro come quem tiver na frente roda, ta ligado? Tipo, chumbo trocado, num tem dono, vai reclamar cum quem? Só lamentar... Mas aí, se liga, Jornal Nacional de novo né... ? hehehe...
Aí né deu um tempo assim, vieram os homi de azul e baixaram a porrada nos moleque la no “Apê”, ae, sinistro cumpadi! Naquela época os homi era sinistro. Lembra do Jimy Clyf? Plantão do homi era mó terror. E o Renatinho? Só tirava serviço doidão era um ‘deusnosacuda’. Pow, mas se liga, os homi baixaram o cacete nos moleque, teve um que ficou surdo até hoje, até desenharam la no muro do prédio a cena... Mas ae, isso foi sinistro mermo, saiu no mundo todo essa parada. Jornal Nacional ‘quinada’, o ‘negoço’ agora era CNN. Tá ligado na CNN, né pow?! Pow mas aí depois disso a coisa foi amornando ‘sacoé’? E pow, nois tem que manter nossa fama né? Que pow, nois num é a maior favela da América Latina, mas nois tem que se manter no topo... Pow nesse tempo ae so tinha umas mortezinha mais ou menos, umas manifestação... mas nada muito manêro. Ae nois demo um papo la no Paulo Lins pra ele lançar logo aquela porra daquele livro, afinal de conta nois ia ser ‘bestseler’ né... hehehe Cumpadi o livro fez mó sucesso, mas tanto tanto que virou filme. Ae quem diria, CDD em ‘holiud’. Pow mais famoso que isso, impossível mane! Mas pow ae, foda, num ganhamo o Oscar não ae, mas ta maneiro, a parada é num sair da mídia. Ae te falei do Bill? Hã, maluco sinistro... Num é que o cara chegou numa apresentação aí num museu de fuzil e tudo? Estilão ae... O cara é bom, fundou uma paradinha lá na Associação , bagulho de ajudar os molequinho pra num entrar no movimento, ‘sacoé’? Ae, ate Ronaldinho já veio la.
Eu sei, que pow desde então num acontecia nada de sinistro mermo sabe? Tipo, morria um aqui, outro ali, o Bope as vez entra metendo bronca, as vez um poliça mata uns inocente a gente queima uns onibu e tudo bem.
Pow mas ae né, mês passado num mataram a Michele dentro de casa estendendo ‘rôpa’? Caralho mane, muito sinistro. Pow a mina inocente né, mó responsa... num merecia!
Mas ae né, tu sabe ‘pruma’ favela ser famosa mermo, tava faltando o que? Uma Chacina pow! Mas ae, num falta mais! Maluco, ontem cairiam 11. ONZE cumpadi!
Vou te dar o papo. Quando os cara do movimento tem que se refugiar, as favela amiga acolhe nois, aí quando eles precisa nois tem que acolhe eles também... E pow tu viu o que os homi do Bope fizeram la na Vila Cruzeiro? Ae, deram uns tiro la, deitaram uns corpo la, aí tocaram o terror lá mane. Fizeram a limpa. Aí, os cara vieram pedir abrigo né, nois teve que dar. Mas porra quem imaginava que os Bope ia vim pra cá atrás do maluco? Caralho, foi foda. Chegaram de manhãzinha, nem deu tempo de fazer a contenção. Quem se intocou, se intocou, quem num correu, se fudeu. Ae, só deu pena mermo foi da tiazinha lá do “Lazer”. Pow aí, a velhinha caiu sem chance, pow nada a ver... Mas a parada é o seguinte, nois vai pedir uns onibu lá na Redentor pra levar o pessoal pros enterro né, se ele num dê, mermão, nois toca fogo nos carro dele. Que se foda. O pessoal vai querer se manifestar mermo pela morte da tia, aí nois aproveita...
Tem gente que num gosta não, fica aí reclamando que depois a Redentor tira os onibu daqui e tal, mas a maioria apóia a gente e pow, num podemo deixar barato não. Pow gente a vera que morreu, vai ficar por isso mermo?
Fala sério.





Luciana da Silva Alcântara não apóia incursões policias em favelas por não acreditar que esta seja a solução contra a criminalidade. Mas também não chora morte de criminosos, mesmo que, estes sejam os mesmos que cresceram e brincaram com ela. Apenas fica solidária por acreditar que todas as pessoas, mesmo as mais rudes e miseráveis tenha um lado positivo e que, portanto todos merecem respeito. Luciana, não apóia a ‘queima de ônibus’ por não entender isso como forma inteligente de protesto.

9 comentários:

  1. ?????????????????????????
    Jesus acende a luz que eu não entendi nada!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Aff, Amigão, é um molequinho lá da CDD contando os causos que levaram a favela a ser tão famosa e como os marginais, poliças e moradores contribuem...

    ResponderExcluir
  4. E contribuem de uma forma negativa, infelismente ..

    Salvo excessões como o MV Bill, que cria iniciativas de resgate de valores, a maioria das contribuições para a divulgação da favela vem através da criminalidade !! É quase uma vitrine .. Só que nem um pouco limpa !!

    ResponderExcluir
  5. Textao Nana. De início já gostei da "língua" do texto. Eu acho que cada regiao, micro-regiao, ou grupo do Brasil deveria ter uma gramática-livro (já que a gramática memso é inerente ao falante). Tipo, nao pra virar português-padräo, mas é que é legal ler certos textos com o ritmo, prosódia, "erros" do falante. Acho isso bem legal.

    É a té um modo de desmistificar essa aura que há sobre o portuguès elitista escrito.

    A idéia tb é bem legal, e mais legal é saber que nós dois temos origens parecidas, ou seja, crescemos no meio desse povo e somos esse povo de alguma forma rs.

    O texto em letras pequenas é como se fosse meu rs.

    Bj.
    Inté!

    ResponderExcluir
  6. Confesso que tive que ler bemmmmm devagarinho pra entender esse carioquês todo!
    Mas gostei muito, viu? Tendi tudim!!!!

    Beijooooooo

    ResponderExcluir
  7. Foi triste... Eu moro bem perto e vi os caveirões passando pra CDD... Deu uma aflição, uma sensação escrota de impotência. Não pude fazer nada, não pude ir à aula, não pude... não pude... =( Porque é que eu não posso fazer mais do que assistir agoniada pela TV e rezar pra que essas coisas não aconteçam mais?

    ResponderExcluir

Aqui você NÃO tem o direito de ficar calado.

"Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores que teu silêncio."
Provérbio Indiano


ATENÇÃO: Cuidado ao publicar endereço de e-mails, MSN e afins. Pense na sua privacidade!

Apenas a Panela

Lavanderia Virtual Me leva com você! Turma do Amigão Na casa da Vovó Bruxas e Fadas Entre Marés: navegar é preciso! O que eu também não entendo Equilíbrio Distante Espírita na Net Oficina Espírita Re-Novidade Magnetismo Nova Poesia Ai, meus sais! Coisas Nossas...
 

©2009Apenas Nana |Customizado por Dulce Miller by TNB