7 de dezembro de 2007

PROBLEMA

Diante desse ou daquele problema que te aflija, perdendo forças inultimente:

-Se é doença no próprio corpo, a inquietação não se te fará remédio;
-Se é enfermidade em pessoas queridas, a irritação que demonstres apenas lhes prejudicará o campo emotivo;
-Se é dívida a pagar, não te liberarás com lamentações;
-Se erraste, tão somente a tristeza não se te erguerá em apoio real para a corrigenda devida;
-Se sofre porque algum familiar se te desvinculou da equipe doméstica a fim de residir à distância, não conseguirás, com isso, retê-lo a cabresto;
-Se um companheiro ou uma companheira te deixaram a sós, não lhes modificarás as decisões unicamente porque te lastimes;
-Se alguém te feriu e não desculpas a ofensa recebida, o ressentimento se te manisfetará no coração, comprometendo-te o equilíbrio orgânico;
-Se a tua dor se verifica ante a desencarnação de entes queridos, a inconformação a que te entregas tão-só-se te fará tumultuar o círculo daqueles aos quais mais ama.

Perante qualquer problema, se não queres agravá-lo, aceita-o com paciência, porque assim formarás em ti mesmo o clima favorável ao auxílio dos Mensageiros do Eterno Bem, que te sustentarão as energias, de modo a que promovas a única solução segura e verdadeira que se te faz necessária e que será sempre: trabalhar.

Emmanuel através de Chico Xavier
Cap.4 do livro HOJE

Um comentário:

Aqui você NÃO tem o direito de ficar calado.

"Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores que teu silêncio."
Provérbio Indiano


ATENÇÃO: Cuidado ao publicar endereço de e-mails, MSN e afins. Pense na sua privacidade!

Apenas a Panela

Lavanderia Virtual Me leva com você! Turma do Amigão Na casa da Vovó Bruxas e Fadas Entre Marés: navegar é preciso! O que eu também não entendo Equilíbrio Distante Espírita na Net Oficina Espírita Re-Novidade Magnetismo Nova Poesia Ai, meus sais! Coisas Nossas...
 

©2009Apenas Nana |Customizado por Dulce Miller by TNB